Vídeo mostra desespero de mãe enquanto policial salva bebê que se engasgou com a saliva

0
5

Salvamento aconteceu em Campos Lindos, no norte do estado. Bebê passou por exames após voltar a respirar. Militar fez manobra para desobstruir vias aéreas e salvar bebê
Um bebê de apenas um ano foi salvo após se engasgar com a própria saliva graças à ação rápida de um soldado da Polícia Militar (PM). Em um vídeo divulgado pela corporação, é possível ver o desespero da mãe enquanto a criança era atendida.
O salvamento aconteceu na cidade de Campos Lindos, no norte do Tocantins, na tarde de sexta-feira (12). A equipe da PM estava em patrulhamento quando foi abordada para atender o bebê, que não estava conseguindo respirar.
Ao chegar no local, o soldado Gabriel Veloso pegou o bebê e imediatamente aplicou a manobra de Heimlich, para que as vias respiratórias fossem desobstruídas e ele conseguisse voltar a respirar.
Durante todo o momento que o militar estava com o bebê no colo a mãe estava desesperada, temendo pela vida dele. As pessoas em volta tentavam acalmá-la.
Soldado fez manobra para salvar bebê de 1 ano
Divulgação/PM
LEIA TAMBÉM:
Criança de 2 anos morre após ser levada à unidade de saúde com ferimentos na cabeça, diz polícia
Vídeo mostra desespero enquanto policiais salvam bebê engasgado com leite materno
Ela contou à equipe que estava deitada na rede com o bebê, que apresentava febre. Logo ele teve um espasmo e ficou ‘roxo’. Nesse momento ela pediu ajuda de vizinhos para socorrerem o bebê.
Felizmente a criança voltou a respirar e foi levada pelos militares para a Unidade Básica de Saúde de Campos Lindos. No atendimento, ficou confirmado que ele tinha se engasgado com a saliva. Depois, a criança foi encaminhada para o Hospital de Referência, em Araguaína, para passar por avaliação.
Para Gabriel Veloso, poder ajuda uma criança dessa forma é algo inexplicável. “Uma sensação de alegria imensurável. Ouvir e sentir a criança voltando a respirar, é um grande alívio. Fiquei muito preocupado com a criança, não prestei atenção ao meu redor na hora que fiz a manobra, foquei na criança e fiz o que tinha que fazer. Graças a Deus a criança voltou a respirar e conseguimos encaminhar a criança para o postinho para um atendimento especializado”, disse.
Veja mais notícias da região no g1 Tocantins.

Fonte: G1 Tocantins